segunda-feira, 27 de março de 2017

CONTATOS MOLOTOV

Toca o telefone e atendo do meu jeito habitual, herdado da minha mãe:
- Pronto!
- Oi, Rubinho, aqui é a Fulana.
- Oi, Fulana, tudo bem?
- Tudo bem... quando vocês vão tocar?
- Vamos tocar na quarta-feira, lá na chácara da SABESP.
- Porra, que legal! na quarta-feira minha mãe vai levar ao psiquiatra, aí no Juqueri, pra garantir que estou bem, e aí vou ver vocês.
- ... (?) Pô, legal!
- Aquele dia que a gente se despediu eu só te dei um beijo, agora estou mandando dez...
- ... (?) Ah, legal, dez pra você também!
Puta que pariu, tem hora que eu penso que estou vivendo em um manicômio psicodélico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário